20/12/2019

Da recepção à ceia: o que servir nas festas de fim de ano?

Natália Frighetto RS

Dezembro é sempre um mês corrido. Parece que o ano liga um motorzinho e do nada já é Natal. Ao mesmo tempo, as confraternizações entre amigos se unem ao desespero de pensar no menu que será servido nas noites do dia 24 e do dia 31 de dezembro. Para facilitar a vida, pelo menos na parte das bebidas, compartilhamos dicas que vão da recepção à ceia.

1. ORGANIZE-SE
Clichê de fim de ano, mas que não custa lembrar. Se você vai receber amigos e familiares em casa, não deixe para fazer as compras no dia. Elabore um menu, pense nos pratos e nas bebidas que serão oferecidos. Tudo começa pela organização!

2. PARA TODOS OS GOSTOS
Como sempre, as bebidas são de responsabilidade minha. Deixo a parte das comidas para meus amigos e familiares. Essa divisão facilita muito, já que tenho que pensar em quantidades, gelo e serviço. Ao longo do tempo, criei algumas estratégias que também podem lhe ajudar. A primeira é pensar em mais de uma opção de bebida alcoólica, que pode ser espumante, vinho ou cerveja. Também indico preparar uma sangria geladinha para receber seus convidados – além de ser colorida, é curinga e agrada a quase todo mundo. Outra boa opção são os espumantes prosecco e brut. Eles são versáteis e combinam com praticamente qualquer receita. Sem falar do frescor que oferecem, perfeito para o verão.

Para aqueles que não tomam espumante em função do gás, vinho branco é a bebida que harmoniza melhor com a ocasião. Mas sempre haverá aquele tio que só toma tinto, então, não custa ter uma ou duas garrafas para ele. Para a ceia, o ideal é um vinho mais leve e pouco intenso, para não tirar o protagonismo do prato principal, o peru com farofa, que eu particularmente espero o ano inteiro para comer.

3. VAI SERVIR CERVEJA?
Para quem não abre mão de uma cervejinha, a pilsen agrada a gregos e troianos. Claro que é bom conhecer seus convidados. Se o público for cervejeiro, que tal explorar novos estilos para as confraternizações?

4. COMO CALCULAR A QUANTIDADE DE BEBIDA?
Depois de definir as bebidas da noite, temos que pensar na quantidade – e essa questão depende muito dos convidados. Lá em casa, a margem é sempre para mais. Espumantes: se for apenas para o brinde, uma garrafa serve cinco taças bem generosas. Se for para o evento inteiro, o ideal é uma garrafa para cada duas pessoas.

Para o vinho, seguimos com a mesma conta. O que ajuda é saber o que cada um vai beber para não ter sobras. No caso de servir cerveja, o cálculo é de quatro long necks por pessoa. Se a opção for o barril de chope, dois litros faz a alegria de uma pessoa.

5. NÃO SE ESQUEÇA DAS OPÇÕES NÃO ALCOÓLICAS
Afinal, o mundo ideal é intercalar água com os vinhos, os espumantes e as cervejas. Calcule 500ml por pessoa para água com e sem gás. Você pode fazer um charme e preparar águas saborizadas em suqueiras ou em jarras. Mas é sempre bom ter água pura para aqueles que não gostam de alterar o paladar. Para sucos e refrigerantes, contamos um copo de 250ml por pessoa, já que o consumo está se reduzindo cada vez mais.

6. SERVIÇO
Aqui vai outra dica importante! Precisamos de espaço para armazenar e gelar todas essas bebidas. A melhor forma de fazer isso é com gelo – mas aí precisamos de champanheiras. Lembre de colocar um pouco de água para aumentar a superfície de contato com as garrafas e o processo ser mais rápido e eficiente. Se as noites do dia 24 e 31 forem muito quentes, não se esqueça de repor os cubinhos de gelo para manter a bebida na temperatura correta. Ninguém vai querer estragar a ceia porque o espumante está quente, né?

Agora já dá para terminar a lista de compras e ter uma boa festa em casa.

Feliz Natal!

Receba nosso conteúdo!

Digite um nome válidoDigite um nome válido
Digite um e-mail válidoDigite um e-mail válido

Cadastro efetuado com sucesso!

Erro no Cadastro!

Email já cadastrado!

Mail Chimp erro:

Tags:
RS Natália Frighetto