16/10/2019

Aizu: o ponto alto da culinária japonesa | CuritibaPR

Antonella Nery

O QUE É: restaurante de alta gastronomia japonesa de Curitiba
IDEAL PARA: degustar pratos sofisticados de culinária japonesa a dois ou com a família
PROVAMOS E RECOMENDAMOS: Carpaccio de salmão trufado (R$ 66), Sashimi de salmão selado com trufas e ovo de codorna (R$ 79), Atum com foie grais (R$ 61), Uramaki Ebiten (R$ 65) e Vieira com shimeji (R$ 59).

Em um belo fim de semana quente e ensolarado em Curitiba, decidimos ir jantar em um lugar que já tinha ouvido falar muitíssimo bem. Daqueles típicos restaurantes tão mas tão bons - e com pratos tão lindos e fotogênicos -, que volta e meia eu encontrava em diversas contas focadas em gastronomia pelo Instagram. E como meu namorado, minha cunhada e seu namorado também já adoravam o lugar, a noite de sexta-feira já tinha nome: Aizu.

Leia também
Shiso: um japonês único | Rio de Janeiro
Sakae's: uma experiência japonesa legítima | Porto Alegre

Restaurante de culinária japonesa de alta gastronomia. Ambiente moderno e intimista, com pratos altamente sofisticados. Aposta certeira para quem busca um jantar inesquecível a dois ou com a família. Impecável em todos os detalhes para elevar o nível de qualquer noite. Explosão de sabores e de contrastes com pratos típicos japoneses com toques contemporâneos.

O restaurante que já ganhou prêmios gastronômicos, mescla a culinária típica japonesa com toques contemporâneos. Alguns itens do menu, que tinham tudo para serem similares a outros restaurantes, contam com especiarias que elevam seu paladar, como foie gras e trufas. Além de frutos do mar que não se encontram muito por aí, como vieira canadense, barriga de salmão, carapau, etc.

Na entrada do restaurante já podemos perceber que se trata de um local de arquitetura minimalista, com os jogos de luzes e sombras na madeira remetendo ao estilo oriental. 

O interior é muito confortável e o atendimento é acolhedor logo na entrada. Ah, e sentando no balcão dá pra assistir o preparo dos pratos. 

Os nossos primeiros pedidos foram uma porção de edamame (R$ 26) e carpaccio de salmão trufado (R$ 66). Além de um vinho branco, com aquelas águas para acompanhar, é claro.

Já nessas primeiras entradas dá para perceber a perfeição e o amor aos detalhes na execução dos pratos. O salmão veio cortadinho de forma impecável. Não à toa, esse prato foi o vencedor de melhor entrada de restaurante asiático de Curitiba de 2017. Ah, sem contar com essas louças da casa que achei maravilhosas.

Depois desse frescor das fininhas lâminas do carpaccio, pedimos Gyozas (R$ 24).

Pra quem costuma pedir gyoza, note a diferença dessas do Aizu! Em um tamanho mais achatadinho e longo do que os tradicionais pastéizinhos asiáticos, essas gyosas estavam perfeitamente crocantes por fora e macias por dentro. Descobrimos depois que essas lindinhas são mais japonesas de fato do que as como conhecemos em outros lugares.

Depois foi hora de provar dois pratos com trufa. Dá pra perceber que gostamos um pouco, né. Salmão com trufa e ovo de codorna (R$ 79) e os niguiris de vieiras canadenses com trufa (R$ 58).

Esse sashimi de salmão selado era bizarro de bom. O sabor leve que veio da junção das trufas e do ovo de codorna era uma legítima explosão de sabores.

Não sei dizer qual estava melhor. Preciso adiantar que não sou muito conhecedora de vieiras, mas das poucas que já comi essa ganhou em disparado. Dava pra sentir o frescor delas sobre o arroz delicadamente cozido. E ainda de quebra com o toque diferenciado da trufa por cima. PS: essa louça veio nessa cor azul turquesa maravilhosa para contrastar com o branco do peixe, e remetendo essa bucólica ideia de fundo do mar.

Esse prato extremamente minimalista foi a barriga de salmão (R$ 45), que desceu como uma luva.  Essas saborosas peças não bastavam ser frescas lâminas perfeitamente cortadas, mas também são maçaricadas com manteiga clarificada e raspas de limão siciliano com um toque de flor de sal.

E esse foi o ouriço (R$ 22,50). Posso estar enganada e algum dia pode ter passado dispercebido por mim, mas não lembro de já ter comido essa espécie marinha. Sabor mais intenso do que da vieira, e mesmo assim extremamente suave e agradável ao paladar, amei ter provado essa iguaria, que veio cremosa por dentro. 

O próximo pedido envolveu duas coisas muito amadas por nós: atum e foie gras (R$ 61).

A perfeição desse prato na minha opinião venceu todo o resto. Foi eleito como o melhor sushi de Curitiba de 2018. Deu pra sentir a qualidade surpreendente do atum, com um tamanho ideal de peça, e ainda com a cremosidade do foie gras por cima. 

Esse prato do lado foi o clássico urumaki ebiten (R$ 65). Um dos pratos mais amados por mim na culinária asiática, diga-se de passagem. Afinal, camarão junto com salmão não podia dar errado, né. Pois bem, esse além de ter no centro o camarão empanado coberto pelo arroz, a tira de salmão selada por cima ainda vinha acompanhado de ovas massagu e cebolinha. Estava maravilhosamente bem feito. 

O tempurá de camarão (R$ 89) veio nessas mini tábuazinhas de madeira, perfeitamente posicionados junto com seu molinho da casa: molho Dashi, tipicamente asiático. O camarão estava com a crosta bem crocante, sem perder a maciez do interior. Ah, e vale lembrar que ainda tem a opção de um tempurá menor por R$ 59.

Para fechar, pedimos uma vieira com shimeji (R$ 59), que vinha dentro da própria casca da vieira. 

Não preciso dizer que a apresentação estava tão surreal, que dava vontade de comer com os olhos. A quantidade de shimeji veio na medida para ser saboreado com a delicada vieirinha fresca. E esse lindo efeito pirotécnico do prato serve, além do visual, para manter quentinho.

O Aizu surpreende a cada prato. O jantar foi uma das experiências mais deliciosas da minha vida. Tanto nos sabores, quanto nos visuais. É incrível o trabalho do restaurante em dar o máximo aos seus clientes, em todos os quesitos. A proveniência dos peixes, a qualidade de todos os acompanhamentos e combinações, a quantidade dos temperos, a escolha das louças, a apresentação dos pratos. Ah, vale lembrar que quase todos os pratos podem vir em diferentes tamanhos de porções. E, embora a conta tenha sido $algadinha, ela corresponde diretamente ao momento especial proporcionado. E que momento.

AIZU 
Endereço:
 
Rua Sen. Xavier da Silva, 19, no bairro São Francisco, em Curitiba 
Telefone: (41) 3043-0420
Horário de funcionamento: de segunda a quinta, das 19h às 23h30 e na sexta e sábado, das 19h às 00h30
Site: http://aizurestaurante.com.br/
Facebook: aizurestaurante/
Instagram: aizu_restaurante

***
Se você gosta de comer e beber bem, e de falar sobre isso, vai gostar também do nosso podcast. O Foodcast é um papo descontraído da equipe de Destemperados sobre gastronomia, dá o play aí!

Receba nosso conteúdo!

Digite um nome válidoDigite um nome válido
Digite um e-mail válidoDigite um e-mail válido

Cadastro efetuado com sucesso!

Erro no Cadastro!

Email já cadastrado!

Mail Chimp erro:

RS Antonella Nery