03/08/2012

Batendo ponto no FrevoSP

Lela Zaniol

Todas as cidades tem uns lugares que são os queridinhos da galera e é obvio que numa cidade do tamanho de São Paulo devem existir vários desses lugares. Pelo que me disseram o Frevo (ou Frevinho, para os íntimos) é um desses há pelo menos 50 anos.

A casa tem outros endereços e o mais antigo é esse na Oscar Freire no meio de todo o xexexê. Um lugar com história pra contar e muita comida boa pra servir. O cardápio tem várias opções, desde um bom PF até o carro chefe da casa que é o beirute, este vem nos mais variados tipos e recheios.

O ambiente é muito simples e o cheiro de friturinha dita o tom da casa. As mesas são concorridas e os frequentadores já sabem que elas são prioridade para quem está em grupo. Quem vai sozinho até prefere ficar junto ao balcão para ver o movimento.

Quem está próximo ao balcão consegue acompanhar até o furdunço da cozinha de onde são lançados o maior número de porções de batatas fritas e beirutes por segundo.

Quem me convidou para conhecer o Frevo foi a querida da Carol Andreis que já sabia muito bem o que queria e nem olhou o cardápio, foi direto pedindo um strogonoff.  Aliás, strogonoff é amor e fim de papo.

Eu já tinha tomado café da manhã duas vezes (sim, isso é possível) e não tinha muita fome. Por esse motivo, fui num mini beirute com carne, queijo, tomate e orégano.

Sente a bitola de queijo nessa beleza!

Essa experiência deliciosa custou cerca de 50 reais, que pagaram pelos pratos, refris e uma porção de batata frita. Depois desse dia já me senti no direito de chamar o Frevo de Frevinho e é seguro que vou bater ponto por lá na próxima ida à São Paulo.

Frevo
Rua Oscar Freire, 603 - Jardim Paulista
São Paulo/SP
Fone: (11) 3082-3434
Todos os cartões

Receba nosso conteúdo!

Digite um nome válidoDigite um nome válido
Digite um e-mail válidoDigite um e-mail válido

Cadastro efetuado com sucesso!

Erro no Cadastro!

Email já cadastrado!

Mail Chimp erro:

RS Lela Zaniol