25/01/2019

Cantina del Vigia: o Marismo urbano | Maldonado UR

Diogo Carvalho



Uruguai tem esse troço de nos fazer ir atrás de restaurantes em lugares muito peculiares. Quando o cara se dá conta, tá dirigindo 30km para tentar achar um restaurante no meio do nada em José Ignacio, numa rua escura que nem coruja tem. Foi assim que descobri o Marismo, no verão de 2009. Até hoje é um dos lugares que guardo com mais carinho no coração. Sem medo de errar, é a experiência gastronômica que melhor traduz a essência do verão uruguaio.

Leia também:
Marismo: um luau em José Ignácio
Punta del Este: mais 30 opções gastronômicas para todos os gostos

O Cantina del Vigia tem praticamente as mesmas características, com a diferença de que é para o sentido oposto. Ao invés de pegar o sentido de José Ignacio, é preciso entrar Maldonado adentro. E enquanto o Marismo não é uma opção fora do verão por abrir apenas na alta temporada, o Cantina tem o objetivo de ser um restaurante do dia a dia e por isso abre o ano todo.

O dono é o mesmo, e a filosofia da cozinha, de fazer pratos triviais da gastronomia local preparados no forno de barro, também é mantida. Iniciamos os trabalhos com um rosé local, evidentemente, e uns camarões no panko (R$ 70).

Depois, como percebemos que a equipe toda usava uma camiseta homenageando uma provoleta (R$ 65), que por sinal tornou-se um clássico de lá depois que o Anthony Bourdain visitou o Cantina, nos sentimos obrigados a pedir.



Considero de um outro time restaurantes com menu enxuto, porque denota um cuidado extremo com o cliente, ao contrário dos menus quilométricos. São apenas dez opções de principales.

O primeiro foi a lasagna de verduras (R$ 70) . Primoroso o esquema. Dificilmente consigo fugir da lasanha quando aparece como opção, porque sempre acerto na escolha.

O segundo foi o milanesa clássico com batata frita (R$ 68). Milanesa fininho, crocante, gigantesco, e as fritas igualmente. Uruguai Natural na sua essência.

O terceiro foi a pesca del día (R$ 70) com um dos melhores purê de calabaza que já comi nessa ao longo desses meus 37 aninhos. Serião. A pesca era espetacular também, mas ficou em segundo plano.

O quarto e último foi a verdadeira estrela da noite, o asado de cerdo con vegetales (R$ 83). Não tem muito o que dizer porque corro o risco de exagerar no relato e vocês me acharem tosco, só provando para entender a humidade e a maciez da carne que se desmanchava.

Não existia outra maneira de encerrar essa noite que não com uma torta rogel (R$ 32). Grosseiramente falando, é meio que um mil-folhão de biscoito água e sal entremeado com o mais puro dulce de leche uruguaio

Pensando bem, é possível que exista um grande diferencial entre os co-irmãos. Fora o clima de luau do Marismo que por motivo óbvio não é reproduzido no Cantina, os valores em Maldonado estão bem abaixo dos praticados em José Ignacio (ainda bem!), pois gastamos em torno de 120 reais por pessoa.

Cantina del Vigia
Endereço:
Zelmar Michelini, 744 - Depto de Maldonado - Maldonado
Telefone: +598 4226.8075
Site: www.cantinadelvigia.com
Formas de pagamento: aceita todos os cartões
Horário de funcionamento: nas terças, das 12h30 às 16h e das 20h à 0h30; todos os outros dias das 12h às 16h e das 20h à 0h
Reservas: recomendamos fazer

Receba nosso conteúdo!

Digite um nome válidoDigite um nome válido
Digite um e-mail válidoDigite um e-mail válido

Cadastro efetuado com sucesso!

Erro no Cadastro!

Email já cadastrado!

Mail Chimp erro:

Diogo Carvalho