14/01/2019

Churrascaria Sapatão: quem vê cara, não vê coração | Novo HamburgoRS

Bárbara Zarpelon

Começou com um trocadilho cafajeste no título, eu sei, mas vocês vão me dar razão. 

Embora eu seja apaixonada por pastel de feira e comida de beira de estrada, vamos combinar que a visão da nossa BR-116 não é das coisas mais animadoras. Estrada, caminhões, fumaça... Digamos que uma beleza (bem) discreta, né, pessoal. Mas, sempre que subimos a Serra e passamos por aquela região do Vale dos Sinos, fico pensando nas belas surpresas gastronômicas que os restaurantes e vendas podem nos revelar.

Eis que, em um belo dia, por recomendação do Beto, um amigo que por muito tempo trabalhou em Novo Hamburgo, resolvemos nos aventurar em uma empreitada gastronômica: 

— Cara, vamos na Sapatão.

Foto: Bárbara Zarpelon

Fomos. Pouco entusiasmados com a comida, afinal de contas, era um restaurante de beira de estrada, dentro de um posto de gasolina, e com um nome que, sei lá, não fazia sentido. Tudo mudou quando estacionamos o carro e, antes mesmo de sair, sentimos aquele cheiro de carne boa bem assada

Na chegada, sem grandes surpresas. O lugar é uma churrascaria típica, com mesas e cadeiras de madeira, luz e piso branco


O lugar funciona com espeto corrido, e tem uma lista de cortes pré-definidos dependendo do dia da semana. Era um sábado, dia de ESPETO CORRIDO ESPECIAL (R$ 55 por pessoa). 

Na mesa: cebola à milanesa, palmito, polentinha frita e radicci com bacon (na verdade, mais bacon que radicci, o que me gera profunda admiração).



Além disso, o tradicional buffet com saladas e otras cositas más: arroz, feijão, massas, PASTEL E ENROLADINHO DE SALSICHA.

Em homenagem ao meu chefe e criador do Destemperados, Diogo Carvalho, “se tá na churrascaria, peça a caipirinha”. Um dos garçons estacionou um carrinho de bebidas e fez uma caipa de raíz (R$ 15) bem ali, na nossa frente. Tipo o carrinho de saladas do Barranco, só que com caipirinha.



Mesa farta, buffet divertido e atendimento que não poderia ser mais gentil. Mas estamos aqui pra comer carne, né? Pois bem, respeita a Sapatão: cortes de javali, cabrito, ovelha, cordeiro, além dos tradicionais como picanha, vazio e por aí vai. Tudo muito caprichado.


Eles ainda fazem uma geleia caseira que é puro amor e que vai muito bem com paleta de cordeiro.


Ainda rolou uma surpresinha na hora da sobremesa: o queijinho coalho assado que foi oferecido na chegada, ganhou a companhia ilustre do doce de leite, da goiabada e de uma bela rodela de abacaxi assado com canela.

 

Pra fechar, olha como o digestivo chegou à mesa. 


Com a barriga cheia, era hora de resolver a curiosidade em relação ao nome da Churrascaria. Foi uma homenagem do fundador, que lá em 1943 já sabia que Novo Hamburgo seria a terra do sapato. 

Viu, não era nada disso que vocês tavam pensando. E a Sapatão era muito melhor do que podíamos imaginar.

Churrascaria Sapatão
Endereço: R. Benjamin Altmayer, 7767 - Roselândia - Novo Hamburgo
Telefone: (51) 3593-2476
Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 11h às 14h30 e das 19h às 23h; sábados, das 11h às 15h e das 19h às 23h30; nos domingos, das 11h às 15h 
Formas de pagamento: aceita todos os cartões e vales-refeição
Reservas: não precisa!

Receba nosso conteúdo!

Digite um nome válidoDigite um nome válido
Digite um e-mail válidoDigite um e-mail válido

Cadastro efetuado com sucesso!

Erro no Cadastro!

Email já cadastrado!

Mail Chimp erro:

RS Bárbara Zarpelon