12/08/2019

Gerônimo Restaurante: o vegetariano de detalhes no Menino Deus | Porto AlegreRS

Natália Frighetto

O QUE É: um restaurante vegetariano no Menino Deus 
IDEAL PARA: um almoço vegetariano e bem servido
PROVAMOS E RECOMENDAMOS: cardápio do dia (R$ 28)

Segunda ensolarada e gelada, típica de inverno, aquela gripe pegando e a vontade de não fazer nada. Mas, uma hora a gente tem que levantar, então, tomei um banho e comecei a pensar no almoço. Sem apetite por causa da gripe, me deu um estalo de ir no novo restaurante vegetariano que abriu na Rua Mucio Teixeira, no Menino Deus.

Leia também
Amada Cozinha: para um almoço leve e saboroso | Caxias do Sul
Substância Gastronomia Light: saúde e sabor no mesmo lugar | Porto Alegre

 

Na hora, tive a certeza de que era o lugar onde eu deveria estar. Comer uma comidinha nutritiva era o que eu precisava para dar uma erguida. Então, dei uma caminhadinha até o Gerônimo Restaurante para conhecer.

Chegando lá, tu mesmo abre o portãozinho da grade para chegar na porta de entrada. É uma casa antiga do bairro, e tem corredor até a simpática porta de entrada.

Ao entrar no restaurante, damos de cara com uma bela mesa de pães, bolos, focaccia. 

Tudo feito ali é com fermentação natural. A mesa é tão charmosa que me senti numa fazenda em Minas Gerais, bem duquesa. Enquanto admirava o local, chegou a moça do restaurante com um sorriso no rosto e, com maestria, nos levou até a mesa.

Chegando na mesa, o Gerônimo veio se apresentar e explicar como funciona o restaurante - "Temos uma geladeira com água saborizadas para vocês tomarem". Pode trazer a garrafa na mesa ou só servir o copo. 

Eles também têm infusões e chás, para quem preferir. 

Além disso, na maleta, licor com álcool de cereais elaborado por lá mesmo que pode se servir à vontade. Sal e azeite no balcão. "Vocês vão ter que se mexer", brinca Gerônimo.

Agradecemos a recepção e, em segundos, ele retornou com o pão quentinho, fermentado e assado ali mesmo, acompanhado da clássica manteiga.

Antes de começarmos a devorar ele ainda quentinho, chegou na mesa outras pastas e temperinhos para acrescentarmos. As pastinhas são servidas cada uma em uma xícara diferente mas é um charme.

Chutney de abacaxi, farofa de milho com dendê, jalapeña assada, raiz de cúruma com gengibre e limão e gersal pra nos deliciar.

Junto com o pãozinho, uma dose de quentão, para iniciar os trabalhos.

Em seguida, começamos com a entrada: sopa de cabotiá com erva doce, coco e semente de funcho tostados e colocados em cima. Aquele toque defumadinho.

E assim começa a brincadeira. Uma colher de sopa com farofa. Depois, foi a vez da jalapeña. E assim pro diante. Hora do prato principal: lentilha turca, arroz de grãos, chuchu com bechamel, berinjela empanada e saladinha.  Um senhor prato.

Aquela coisa que tu começa a conhecer outros sabores.  Essa hora, felizmente já estava sentido melhor os aromas, acho que foi as raízes de cúrcuma, gengibre e limão que aliviou.

Outro destaque do lugar é que tudo pode ser repetido! O prato é bemmmm servido mas, se quiser mais alguma coisa eles servem. Bem coisa de casa mesmo! Terminamos o prato principal, hora da sobremesa!

Manjar de ameixas e damascos apenas com o açúcar da fruta e pudim de iogurte. Manjar de coco vegetariano, apenas o leite de coco e nada de leite de vaca. As tradicionais como ambrosia, queijadinha com goiabada e sagu com creme. E ainda, pode escolher café ou chá para acompanhar, quer mais?

Optei pela queijadinha com goibada e chazinho e o Jonny bravo abusou e pediu metade ambrosia e metade pudim de iogurte, para quebrar o doce, diz ele!

O charme como chegam as coisas é o que mais encanta no lugar aconchegante.

Sem chance de repeteco porquê já estávamos pesadinhos e cansados de mastigar. Com a respiração melhor e bom papo com o Gerônimo, finalizamos nossa rica experiência no restaurante vegetariano.  Na hora de pagar, uma passada pela mesa da fazenda e garantimos o bolo de laranja sem lactose para o lanche da tarde.

Um lugar simples, acolhedor e que conforta!  A certeza que voltaremos para mais um almocinho para experimentar um dia sem carne ou para comprar bolos, pães e baguetes.

O almoço durante a semana custa R$ 28 e aos sábados R$ 32, com direito a repeteco e todas as bebidinhas das casa! 

GERÔNIMO RESTAURANTE E PADARIA ARTESANAL
Endereço: 
 Rua Mucio Teixeira, 895 - Menino Deus, Porto Alegre
Telefone: (51) 98132-0201
Horário de funcionamento: segunda a sexta das 11h30 às 14h e sábados das 12h às 15h.

***
Se você gosta de comer e beber bem, e de falar sobre isso, vai gostar também do nosso podcast. O Foodcast é um papo descontraído da equipe de Destemperados sobre gastronomia, dá o play aí!

Receba nosso conteúdo!

Digite um nome válidoDigite um nome válido
Digite um e-mail válidoDigite um e-mail válido

Cadastro efetuado com sucesso!

Erro no Cadastro!

Email já cadastrado!

Mail Chimp erro:

Tags:
RS Natália Frighetto