11/09/2012

La Panadería de Pablo: modernizando San TelmoAR

Amanda Mormito

San Telmo, o bairro mais repleto de histórias da minha amada Buenos Aires parou no tempo quando falamos de restaurantes. A boa e velha redondeza ainda abriga casarões antigos e locais ''bodegones'' que tanto frequentavam os argentinos há algum tempo atrás (e que continuam indo, claro). Logo, passear e comer por lá é voltar uns anos atrás. Mentira, eu fui à Panadería de Pablo pra provar o contrário. 

O chef Pablo Massey (super conhecido aqui e amigo do Francis Mallmann, outro baita nome) montou esse local super lindo numa das ruas mais enraizadas do bairro, Defensa. A casa tem lugar para 100 pessoas e é super moderna: com ares de arquitetura bem contemporânea.

O nome padaria vem das comidinhas que por ali são servidas. Pablo é conhecido por suas misturas mirabolantes e criativas, mas aqui chutou o pau da barraca e só quis servir coisas simples: pizzas, medialunas, pães, saladas, e por aí vai.

E olhe que gordinhas essas medialunas, hein? Vou ter que voltar pro café da manhã.

Enfim, a parte mais legal da décor, na minha opinião, é essa cozinha aberta, cria um clima despojado ao local. Pra quem curte ver malabares, os cozinheiros estão sempre jogando ingredientes para o alto na hora da preparação. 

Mas dias primaverais estão chegando a Buenos Aires, aleluia, e eu optei por sentar lá fora, na área mais eco-friendly do pedaço, me sentindo no verão já com a calefação externa ligada nos 27 graus.

E aqui a parte boa começa: nem sentei e vieram entregar pães. Quase pedi para que me deixassem a bandeja inteira, mas ia pegar mal e eu queria comer mais.

Com um cardápio enxuto e opções leves comecei com um vinho branco. Servido duas vezes para manter a temperatura, não te assusta quando o garçom puser dois dedos da bebida no seu copo (que na foto se parece mais a água, mas acredite é um Sauvignon Blanc).

Outro encanto provado foi esse frozen de maracujá com laranja. Digno significado de refresco, uma delicia. E de tão consistente vale por um almoço. Dame dos litros.

E pra parar de frescura uma salada Niçoise com salmão grelhado e afundado no molho de soja, folhinhas verdes, tomates cherry assados, batatas, ovos cozidos, alcaparras e tempero a base de ervas. Eu pedi essa salada como um acompanhamento do prato que logo mais vocês vão ver, mas era uma senhora salada que nem aguentei comer inteira. Satisfaz certo como prato principal e quase cobriu minha cara quando chegou à mesa.

E claro, o principal então, salteado de arroz yamaní com berinjelas, pimentão, cebolas, gengibre, molho de soja, frango e vegetais. E eu juro que é tão gostoso como se vê na foto. Tão lindo como se vê na foto. E tão cheiroso como parece ser na foto. 

E eu não poderia ir embora sem antes provar algo da padaria deles, né? Então pra contrariar meu almoço leve fui de cookie de baunilha com chips de chocolate e eu amei. Simples, gostosinha e sem erros. 

Por 250 pesos (cerca de 110 reais) para duas pessoas, é a opção mais moderninha da redondeza. E deve ser bem divertido aos finais de semana quando a rua fecha para carros e abre espaço para a famosa feirinha de San Telmo.

La Panadería de Pablo
Rua Defensa, 269 – San Telmo
Buenos Aires, Argentina
Fone: 11 4331-6728
Aceita todos os cartões
www.lapanaderiadepablo.com

Receba nosso conteúdo!

Digite um nome válidoDigite um nome válido
Digite um e-mail válidoDigite um e-mail válido

Cadastro efetuado com sucesso!

Erro no Cadastro!

Email já cadastrado!

Mail Chimp erro:

SP Amanda Mormito