12/11/2013

Malvón vive en mi corazónAR

Amanda Mormito

Porteño faz tudo tarde. Isso é, acorda lá pelo meio-dia no final de semana e até umas duas horas da tarde te da bom dia na rua, é um charme. Logo, os brunchs por aqui fazem o maior sucesso. Nessa onda toda, o Malvón sempre se destacou pela boa padaria e por servir brunchs meio nova-iorquinos. Eu fui para o café da tarde, que é quase a mesma coisa.

Clássico do bairro foodie da capital, Malvón é uma graça, sem ser enjoativo (leia: machos não vão se sentir mal aqui dentro).

E os amantes do pão se sentem em casa. Ou estou errada?

Malvón vive cheio de gente, sério mesmo. Qualquer hora que você vá há filas e filas. Mas ninguém liga de ficar esperando. Isso porque a maioria das pessoas que vai ao Malvón está acompanhada de amigos e não está nem aí para o horário, meio bon vivant isso. Adoro tanto. 

O cheiro do café-restô é delicioso já, e quando você vê essa cestinha de ovos e uma cozinheira com a mão na massa, literalmente, já pensa nas altas comidinhas eles servem.

Tipo bolo de framboesa fotogênico.

Ou muffin de banana que não provei e me arrependi.

Fui com amigas, claro. E fizemos um mix de tudo, o primeiro licuado (vitamina) que pedimos foi o de morango. Delícia, bem gostoso, sem erros. 

Seguido de scones dulces. Scones são massinhas fofas e quentinhas que lembram a massa do sonho, só que não é sonho. Enfim, esses scones vieram quentinhos e com açúcar de confeiteiro por fora. Esse açúcar que deixa a mão suja de branco, sabe? Que dá vontade de comer puro. Isso, esse mesmo!

Um muffin de framboesa, delícia. Tava beeem gordinho e recheadinho. 

Um café con leche que era parte do brunch NYC.

O brunch NYC vinha com variedades de bagels, pães calentitos e molhinhos. Tudo muito delícia.

E ainda acompanhava um muffin. Não resisti e fui de chocolate, minha alma ama chocolate.

Uma amiga ainda teve a audácia de pedir um suco, dessa vez, de morango. Gostoso.

E eu não tive vergonha na cara e quis provar um suco com gin e limonada da casa. Respeito.

Bueno, é que Malvón é assim: você entra para comer alguma coisinha, vê o sorriso do cozinheiro e acaba cedendo à gula, fazer o quê?

80 pesos a menos por pessoa no bolso e comida ingerida para a semana inteira. Só que não.

Malvón
Serrano 789 - Villa Crespo
Buenos Aires/Argentina
Fone: (11) 4774-2563
Aceita cartões Visa, American Express e Mastercard
www.malvonba.com.ar

Receba nosso conteúdo!

Digite um nome válidoDigite um nome válido
Digite um e-mail válidoDigite um e-mail válido

Cadastro efetuado com sucesso!

Erro no Cadastro!

Email já cadastrado!

Mail Chimp erro:

SP Amanda Mormito