10/01/2013

Verão superstar na PérgulaRJ

Ligia Ghizi

Chegou a estação mais quente do ano, e o período que todo mundo ama: férias! Isso significa viajar, descansar, pernas pro ar, sair da rotina, e pede uma programação bacana e um destino especial. É claro que todo mundo quer fugir do calor, num lugar refrescante, de preferência à beira mar ou numa piscina, e com comidinhas e bebidas diferentes do dia a dia, certo?  Ou então você quer tudo isso, junto e misturado, mas não vai sair da sua cidade; o Rio. OK! Minha dica, pra quem vem de fora, ou vive aqui: Restaurante Pérgula, em frente à praia, que é a princesinha do mar, e dentro do seu ícone maior; Hotel Copacabana Palace.

Calma! Não estou falando pra ninguém se hospedar lá (embora não seja má idéia), e sim usufruir um lugar elegante, charmoso, com um astral vibrante, comendo e bebendo muito bem, e se sentindo um superstar! Quem não quer, né? Eu simplesmente adoro! Já começo a me sentir VIP com esse tapete vermelho à porta, tendo meus 15 minutinhos de fama.

Só a entrada nesse lugar, que se confunde com a própria história do bairro e da cidade, já vale a visita, pois é um endereço de tradição na hotelaria do Rio de Janeiro, que em agosto de 2013 completará 90 anos! Por suas portas e salões já passaram reis, princesas, artistas, presidentes de várias nações do mundo, cantores, pop stars, prêmios Nobel, e muitas pessoas ilustres...(e eu não ia ficar fora dessa, né?). Então vem! Serei a cicerone de vocês! Entrando por aqui, suba essas escadas e vá direto para a área da piscina (e que interessa pra gente). O certo é entrar pela porta específica do restaurante, pela Avenida Atlântica, mas tem muito mais glamour, entrar pelo salão principal do hotel, principalmente por sua porta giratória. E não se preocupe, ninguém barra você (faz um carão, vai no salto e seja feliz! Só não me vá dar bandeira, e fazer cara de matuto, heim?).

Passar algumas horas, ou o tempo que quiser, de cara pra esse visual, é um carinho na alma, um relax total (lembre-se que você está de férias e merece). Moro aqui, estou aposentada há anos, mas gosto de me dar um mimo de vez em quando. Vê se não é um charme? E ainda pode dar de cara com seu ídolo, dando umas braçadas na swimming pool. Com certeza, vocês verão um superstar...

O salão do restaurante na realidade é fechado e refrigerado, e dá vista, tanto pra praia, como pra piscina, e tem as opções de bufê e à la carte, durante os almoços de dias da semana, até às 16h, e de feijoadas aos sábados, e brunch aos domingos, até às 17h.

Mas se sua escolha for almoçar ao ar livre, e essa é minha sugestão, pode fazê-lo na varanda, que é espaçosa, e de decoração despojada, e muito confortável. Ou se preferir, pode-se ficar nas mesas e cadeiras de vime, e mais próximas da piscina, que é super charmoso e mais badalado ainda...

O décor é clean, com mesas de granito e jogos americanos que remetem à história do Copa, como esse aqui, de outra temporada (sim, já vim outras vezes, podem me julgar), no qual havia uma gravura, com uma foto antiga da praia de Copacabana e do hotel. Ah, sim, o drink sobre a mesa chama-se Golden Dream.

Depois de bem instalada e já à vontade - garçom, a carta, por favor! Preciso de mais um drink. Um Rossini, please (me sinto a própria diva; uma Rita Hayworth, ou uma Ava Gardner, duas estrelas de Hollywood que frequentaram esse mesmo lugar, que acho chic. E gosto disso, sabe?). Esse é um coquetel clássico e elegante, que mistura espumante, morangos, açúcar e suco e limão.

Mas preciso fazer minhas escolhas, então, o cardápio. Escolho um appetizer bem leve, olha que delícia! Espetadas de camarões grelhados em glacê picante de goiaba, sobre saladinha de abacate e frutas tropicais, em cesta crocante. Por Orson Welles! Fiquei doida (não tanto quanto ele, que morou no hotel por oito meses, e numa briga ao telefone com namorada, jogou os móveis janela abaixo).

Comecei bem, mas preciso pedir uma entrada, e pra continuar no clima (de verão e low profile), peço uma bebida que harmonize, então me sugerem um espumante da serra gaúcha, fornecido pela Decanter, o Cave Hermann – Rondinée Lírica Brut. Simplesmente fantástico! 

E olhe aqui o que ele acompanhou: isso mesmo, ostras fresquíssimas ao limão.

Olha o zoom, que coisa linda!

E uma massa que saiu do cardápio atual, mas que se pedir o Chef faz (aqui te tratam super bem), ravióli de espinafre recheado com pato confitado ao molho de tangerina e sálvia. Beijo, pratinho e patinho queridos.

Tudo maravilhoso, mas é hora do grande, indeciso e crucial momento: escolher a sobremesa. E o maître me pergunta se não quero provar a nova receita, ainda em fase de degustação: caipirinha desconstruída...Oi? Isso mesmo, ladies & gentlemen, sorvete de cachaça, com lascas de limão confitado, calda de açúcar e “cubos de gelo”, feitos com uma espécie de goma comestível, Agar-Agar (eu suponho). Lindo e bom demais!

A tarde cai, e continuo curtindo esse lugar incrível, e pra finalizar minha agradável programação de superstar, peço um chá (não quente demais, viu?), servido em bule de prata inglesa e com dois ícones de minha cidade maravilhosa, sob a xícara. E com orquídeas no jardim... Um super estar bem!

Já anoitece e me despeço desse dia de princesinha. Não do mar, e sim da piscina. Do Copa. E recomendo muito! Talvez você gaste um pouco além do habitual, com um tantinho de extravagância, eu diria, numa média de uns 180 reais, mas vale cada hora e cada minuto de uma linda e deliciosa tarde de verão.

Restaurante Pérgula - Hotel Copacabana Palace
Av. Atlântica, 1702 – Copacabana
Rio de Janeiro/RJ
Fone: (21) 2548-7070
Aceita todos os cartões
www.copacabanapalace.com.br/web/orio_pt/restaurants_introduction.jsp

 

Receba nosso conteúdo!

Digite um nome válidoDigite um nome válido
Digite um e-mail válidoDigite um e-mail válido

Cadastro efetuado com sucesso!

Erro no Cadastro!

Email já cadastrado!

Mail Chimp erro:

RJ Ligia Ghizi