15/01/2020

Zero Hei: o colorido da cozinha nikkei | Porto AlegreRS

Felipe Costinha

O QUE É: o Zero Hei é um restaurante de cozinha nikkei em Porto Alegre
IDEAL PARA: ir a dois; ir com os amigos;
PROVAMOS E RECOMENDAMOS: Tataki de atum com chalaca de manga (R$ 30); Jiro (R$ 119); Low carb Jiro (R$ 140)

Na mesa ao lado, um casal na casa dos 50 dividia uma cumbuca com ceviche, enquanto nós ainda degustávamos a entrada. Vindos do Rio, curtiam seu penúltimo dia em Porto Alegre. Gostaram muito do Zero Hei, disseram, pela "comida ótima". E pediram uma recomendação de lugar para ir no último dia.

Dei a dica, mas na verdade eu é quem deveria ter pedido dicas. E você vai entender bem até o final deste post.

A comida é mesmo ótima, e o Zero Hei é um dos únicos lugares de Porto Alegre com comida nikkei. Fica na Nova York, que é a rua mais movimentada da cidade à noite.

Leia também
Roteiro de um fim de semana no Vale dos Vinhedos
15 vinícolas que oferecem experiências enogastronômicas na serra gaúcha

Cozinha nikkei, para resumir, é uma fusão da culinária japonesa com a peruana. No final do século XIX teve uma onda migratória de japoneses para o Peru, e lá eles encontraram tanto peixe quanto no Japão. Então, começaram a preparar aqueles sushizão de sempre, até que se deram conta da variedade de ingredientes que tinha naquele país - e que não fazia sentido não utilizá-los.

Começaram, então, a colocar todo aquele colorido das mangas, abacates, geleias, pimentas e muito mais no sushi e em um montão de pratos quentes. Enfim, o negócio deu certo.



Bom, mas vamos voltar para Porto Alegre. O Zero Hei é pequenininho, e a impressão que eu tive é que a maioria das pessoas tavam ali para uma "atualização semanal". Aquele papo com a amiga ou amigo para ficar por dentro das fofocas. Nada de comer muito: um combinadinho para dividir e uma tacinha de vinho.

Realmente, é um ambiente ótimo para conversar com calma. Silencioso, atendimento educado sem ser invasivo, e um sushi excelente.

Leia também
Roteiro de um fim de semana no Vale dos Vinhedos
15 vinícolas que oferecem experiências enogastronômicas na serra gaúcha

Além das várias amigas e amigos, tinha também uma família, um casal apaixonado (eu e minha amada, no caso), e, na mesa ao lado, aquele casal na casa dos 50, que dividia alegremente uma cumbuca com ceviche, enquanto nós degustávamos nosso tataki de atum com chalaca de manga (R$ 30) de entrada. 



A foto ficou meio sem foco, mas é um atum selado com cebola, manga, coentro e tomate. Tava uma delícia! Ah, e nisso nós já estávamos bebendo uma coisinha.

Leia também
Roteiro de um fim de semana no Vale dos Vinhedos
15 vinícolas que oferecem experiências enogastronômicas na serra gaúcha



A mulher mais linda do mundo pediu uma taça do vinho Encosta de Estremoz Rosé (R$ 17) e eu pedi o drink que levava o nome da casa, o Zero Hei (R$ 32).  Tava bem gostoso, apesar da apresentação performática que eu acho um pouco desnecessária (aquela areiazinha com rastelo zen), mas entendo, porque hoje em dia tudo é assim. É feito com sake, xarope de wasabi (não fica ruim, não, acredite!), suco de limão siciliano, mel, pepino, clara de ovo e Angostura.   

Leia também
Roteiro de um fim de semana no Vale dos Vinhedos
15 vinícolas que oferecem experiências enogastronômicas na serra gaúcha

Terminei o drink antes da chegada das duas "tablas" que pedimos. Dei uma olhada nas outras mesas e todos os clientes da casa eram comedidos, comendo elegantemente algumas pecinhas, ou então um ceviche, como o casal na casa dos 50 da mesa ao lado. Aparentemente, havíamos exagerado. Mas veja aí, que belo exagero.



Pedimos uma tabla Jiro (R$ 119), com 28 peças entre sashimis, nigiris e rolls.  E também a Low Carb Jiro (R$ 140), que são 30 peças de sashimis variados. 

Leia também
Roteiro de um fim de semana no Vale dos Vinhedos
15 vinícolas que oferecem experiências enogastronômicas na serra gaúcha

Tudo muito fresco e bem feito. E, no fim, por um dos combinados ser só de sashimis, demos conta com tranquilidade. 



Leia também
Roteiro de um fim de semana no Vale dos Vinhedos
15 vinícolas que oferecem experiências enogastronômicas na serra gaúcha

Confira comigo no replay. 



Leia também
Roteiro de um fim de semana no Vale dos Vinhedos
15 vinícolas que oferecem experiências enogastronômicas na serra gaúcha

Agora um close nos sashimis, por favor.



No fim, comemos muito bem, talvez um pouco mais do que deveríamos. Mas tudo para que você, caro leitor, tivesse a melhor informação desse lugar lindo e com comida ótima. (OK, é uma desculpa de quem sempre come demais).

E as dicas que eu deveria ter pego com o casal da mesa ao lado? Bom, um deles era professor de finanças, então, com certeza eles não gastaram tanto quanto a gente, e ainda assim comeram muito bem.

Leia também
Roteiro de um fim de semana no Vale dos Vinhedos
15 vinícolas que oferecem experiências enogastronômicas na serra gaúcha

Por isso, antes de ir embora, pintei um olho de uma das imagens de boneco Daruma, penduradas em uma parede. Diz a tradição japonesa que se deve fazer um pedido ao pintar um olho, e voltar para pintar o outro quando o pedido tiver se realizado.

Talvez um dia eu pinte o outro olho, quando já formos um casal na casa dos 50 que saiba apreciar com moderação, sem gastar demais para satisfazer os desejos da gula. 

Se não der, tudo bem. Desde que valha cada centavo e cada segundo, como valeu nessa noite.

ZERO HEI
Endereço:  Av. Nova York, 34 - Auxiliadora, Porto Alegre
Fone: (51) 3085-7739
Horário de funcionamento: de segunda a quarta, das 19h às 23h; de quinta a sábado, das 19h às 23h30
Reservas: não precisa, mas chega cedo!

***
Se você gosta de comer e beber bem, e de falar sobre isso, vai gostar também do nosso podcast. O Foodcast é um papo descontraído da equipe de Destemperados sobre gastronomia, dá o play aí!

Receba nosso conteúdo!

Digite um nome válidoDigite um nome válido
Digite um e-mail válidoDigite um e-mail válido

Cadastro efetuado com sucesso!

Erro no Cadastro!

Email já cadastrado!

Mail Chimp erro:

RS Felipe Costinha