25/05/2018

Projetos que usam a gastronomia para mudar o mundo

Destemperados

Antes de ser um item instagramável, a comida é um bem necessário à vida. Conheça projetos sociais que usam a gastronomia para diminuir as diferenças e mudar também a forma como nós olhamos para os alimentos.

1. GASTROMOTIVA
Divulgação

A iniciativa foi fundada em 2006 pelo chef brasileiro David Hertz e tem como filosofia a ideia de que a comida pode ser um agente de mudança na vida das pessoas por meio do empreendedorismo. O projeto promove formação profissional na área de catering, na educação alimentar nutricional e sustentável, e programas de incubação de negócios a comunidades socialmente vulneráveis. O carro-chefe é a capacitação em cozinha para jovens de baixa renda, mas a ações também incluem oficinas para crianças e aulas de culinária em presídios. Além de São Paulo, cidade onde surgiu, o Gastromotiva também opera no Rio de Janeiro, Salvador e Cidade do México. Para ajudar, é possível realizar doações mensais ou ser voluntário nas áreas de revisão e tradução de textos, criação de material gráfico, fotografia e produção de materiais para aulas.
Mais informações: gastromotiva.org/pb/

2. FOOD FOR SOUL
Divulgação

A Food for Soul, "Comida para a alma" em português, luta contra o desperdício. Criada em 2016 pelo italiano Massimo Bottura, a organização cria cozinhas comunitárias pelo mundo todo, qualificando pessoas a transformar alimentos que seriam descartados em refeições apetitosas. Como ele faz isso? Juntando instituições públicas e privadas, artistas, fornecedores de comida, designers, jornalistas e, claro, chefes que queiram ajudar de alguma forma. No final do ano passado, o chef publicou o livro Bread is Gold, com mais de 150 receitas feitas com alimentos que seriam jogados fora. A iniciativa procura novos voluntários que compartilhem sua visão e queiram fazer parte da mudança que defendem. Os interessados podem se envolver em vários locais ao redor do mundo e trabalhar em diferentes áreas.
Mais informações: foodforsoul.it/

3. REFFETORIO
Divulgação
Os chefs Hertz e Bottura se uniram para criar o Reffetorio Gastromotiva, um restaurante-escola que foi lançado no Rio de Janeiro durante as Olimpíadas e já se tornou um legado para a cidade.  Em um terreno cedido pela Prefeitura da cidade, cozinheiros convidados e jovens talentos do projeto Gastromotiva fazem pratos com ingredientes excedentes. As produções são servidas em jantares gratuitos para população vulnerável e em almoços para o público em geral com o conceito “pague o almoço e deixe o jantar”. A atividade precisa de voluntários para viver a experiência de recepcionar nossos convidados, servir e recolher entrada, prato principal e sobremesa, cuidar da louça e limpar o salão após o serviço.
Mais informações: refettoriogastromotiva.org/

4. COZINHEIROS DO BEM
Divugação

O gaúcho Julio Ritta decidiu, em 2015, usar seus conhecimentos na área da gastronomia para ajudar moradores em situação de rua. O projeto começou em Canoas e, hoje, funciona em mais quatro cidades do Rio Grande do Sul. Em Porto Alegre, as ações ocorrem semanalmente em cinco pontos. Desde seu início, já foram servidas mais de 80 toneladas de comida, tudo custeado e preparado por Julio e cerca de 25 voluntários.  Além de levar alimento, os Cozinheiros do Bem entregam roupas e itens de higiene pessoal, e já promoveram ceias de Natal e até uma festa de aniversário para uma criança. A ideia central é servir uma refeição que proporcione prazer e não apenas alimente.
O coletivo conta com uma vakinha online permanente para de doações e também precisa de voluntários para distribuição das refeições.
Mais informações: facebook.com/cozinheirosdobem/

5. HAMBURGADA DO BEM
Eric Raupp / Arquivo Pessoal

É um projeto criado pelos irmãos Erick e Tácio Watanabe, em São Paulo, em 2015,  e que atualmente ocorre todos os meses em diferentes cidades do Brasil. O objetivo da ação é proporcionar um dia inesquecível para diferentes comunidades, por meio de um programa completo que envolve boa comida, brincadeiras e aprendizados. As atividades começam com um café da manhã para os voluntários, que mudam conforme a cidade. Depois, as crianças chegam no local, onde são recebidas com hambúrgueres,  jogos lúdicos e opções de entretenimento como cama elástica, futebol, tiro ao alvo e guerra de cotonotes.
Para ajudar, é possível se tornar um amigo da Hamburgada e fazer uma doação mensal a partir de R$ 5 ou então se voluntariar para participar do evento quando ele chegar em sua cidade.
Mais informações: hamburgadadobem.com.br/

6. SOPÃO SOLIDÁRIO
Todos os sábados, a iniciativa distribui sopa para pessoas em situação de rua em Porto Alegre. O projeto liderado por Aline Rodrigues é totalmente realizado por voluntários, que preparam a refeição e fazem a distribuição dos pratos. A entrega ocorre depois das 21h, para atender quem não conseguiu entrar nos albergues municipais nos albergues.4  A iniciativa possui três pontos de coleta de doações e são aceitos, além de alimentos, fraldas descartaveis infantis, geriátricas e absorvente, agasalhos, cobertas, ração para gato e cachorro, e verba para gás e gasolina.
Mais informações: facebook.com/sopaosolidario

7. TEMPEROS ESPECIAIS
Divulgação

Com esta iniciativa, o Clube Social Pertence, de Porto Alegre, quer promover a integração de jovens com deficiência intelectual. Em datas programadas, funcionários de restaurantes ensinam aos participantes da ação sobre o trabalho que desenvolvem, desde a recepção no estabelecimento, passando pelo preparo das refeições até o ator de servir. Os jovens então têm a oportunidade de cozinhar pratos do local, os quais são servidos em evento aberto ao público.  O grupo precisa de voluntários não somente para esta atividade e também aceita doações espontâneas.
Mais informações: clubesocialpertence.com.br/

8. MARÉ DE SABORES
Elisângela Leite / Divulgação

A partir de 2010, a Redes de Desenvolvimento da Maré,  o maior conjunto de favelas do Rio de Janeiro, passou a oferecer cursos de qualificação profissional em gastronomia que ensinam receitas e técnicas, resgatando a cultura alimentar da comunidade, e promovendo novos hábitos alimentares baseados numa alimentação saudável, orgânica e sustentável. As participantes são estimuladas a vislumbrarem novas estratégias profissionais, incluindo abrir seus próprios negócios, de forma individual ou coletiva, para aumentar sua renda e de sua família. Em 2015, foi criado um bufê com o mesmo nome, que usa mão de obra qualificada nas oficinas e aulas, para atender toda a cidade. O cardápio é extenso, com muita influência do Nordeste, uma vez que 60% dos moradores da Maré são nordestinos ou descendentes deles.
Mais informações: http://redesdamare.org.br/

9. SOPA DOS POBRES
A Sociedade Espírita Ramiro D’Ávila foi fundada em abril de 1932, em Porto Alegre, por Gedeon Desessard Leite. De segunda a sábado, a instituição fornece cerca de 500 pratos de sopa por dia: essa quantidade inclui  refeições servidas no local e aquelas levada pelos beneficiados para se alimentar ao longo do dia. Para manter esse serviço tão dedicado, a colaboração é fundamental. Entre as doações mais necessárias estão hortifrutigranjeiros (moranga, cenoura, batata, aipim), farinha de milho, frutas, itens de higiene, roupas e calçados (principalmente masculinos). Além de alimentos, roupas e kits de higiene são bem-vindos. O trabalho é todo realizado por voluntários e funcionários da casa.
Mais informações: facebook.com/pages/Sopa-do-Pobre/199140583456085

10. SOCIAL GOURMET
O Espaço Gourmet Escola de Gastronomia, que atua em Curitiba há 14 anos, apresentou em 2017 um projeto de capacitação para jovens de baixa renda. O Social Gourmet oferece aulas de gastronomia e empreendedorismo colaborativo para pessoas que buscam uma fonte de renda, ao mesmo tempo em que cria um impacto positivo nas suas comunidades. O projeto contempla uma turma de 14 jovens por mês, os quais, ao final do período, realizam um almoço de fechamento das atividades.
Mais informações: espacogourmet.com.br/​

11. CHEF APRENDIZ
É um projeto de desenvolvimento humano idealizado por Beatriz Mansberger, em São Paulo, que usa a gastronomia como a principal ferramenta para capacitar jovens de 16 a 20 anos em situação de vulnerabilidade social para trabalharem na cozinha de restaurantes parceiros, em seu primeiro emprego. Cada edição tem uma comunidade como foco e tem duração de seis meses, nos quais são realizados cerca de 45 encontros teóricos e práticos sobre culinária básica, molhos, fundos, caldos, risotos, massas, carnes, aves, peixes, reaproveitamento de alimentos, boas práticas e educação financeira. 
Mais informações: http://www.chefaprendiz.com.br/

12. INSTITUTO CHEFS ESPECIAIS
O Instituto Chefs Especiais tem como objetivo promover o desenvolvimento humano e a valorização de crianças e jovens com síndrome de Down. Criada por Simone Lozano e Márcio Berti em São Paulo, em 2006, a iniciativa abrange, anualmente, 300 alunos e conta com a participação de chefs convidados que dão aulas para os alunos. Entre as atividades, estão cursos de capacitação culinária, confeitaria, panificação, atendimento e até mesmo violão e dança. Para atender novos participantes gratuitamente e ampliar para demais regiões do Brasil,  a instituição precisamos do apoio de pessoas físicas e jurídicas com qualquer valor, único ou mensal, além de voluntários.
Mais informações: chefsespeciais.wixsite.com/

13. WINBELEMDON
O WimBelemDon, de Porto Alegre, é um projeto social criado no ano de 2000 por Marcelo Ruschel, cujo objetivo é promover a inclusão de crianças e adolescentes em situação de risco e/ou vulnerabilidade social, fomentando o desenvolvimento integral de cada educando e estimulando-os ao protagonismo. O tênis é o principal chamariz para atrair e fidelizar as crianças e adolescentes atendidos, mas há também iniciativas ligadas à gastronomia, como o jantar com chefes covidados Ué, Sopa e o Rolando Arroz, no qual crianças e adolescentes do projeto participam de partidas ao lado de personalidades do esporte.  A meta dos eventos é a arrecadação de fundos para manter as atividades oferecidas diariamente aos jovens integrantes do projeto. A inicitava aceita doações mensais ou avulsas, e também há a possibilidade de apadrinhamento de crianças.
Mais informações: wimbelemdon.com.br

14. PÃO DOS POBRES
O Pão dos Pobres, em Porto Alegre, surgiu em 1985 e desde então oferece auxílio a jovens em situaçãos de vulnerabildiade social, pobreza ou violação de direitos. A instituição oferece mais de 10 opções de cursos técnicos e profissionalizantes através, entre eles de gastronomia, garantindo ensino de qualidade a mais de 550 jovens interessados em entrar no 
mercado de trabalho.  Podem participar jovens de até 22 anos e é exigida escolaridade mínima do oitavo ano do Ensino Fundamental. A fundação aceita doações de alimentos, objetos como roupas, brinquedos, livros e material de higiene, que podem ser entregues diariamente na portaria do local. O trabalho voluntário também é aceito em diferentes áreas de atuação que contribuem para um projeto de vida para os presentes.
Mais informações: paodospobres.org.br/site/

15. TOUR GASTRONÔMICO VIAVIDA
Todos os meses, o ViaVida realiza em Porto Alegre um Tour Gastronômico beneficente. A ação ocorre em um restaurante diferente a cada edição e destina parte da renda do dia do evento para a Pousada Solidariedade, que abriga doentes carentes no pré e pós-transplante. Para participar, basta consumir do cardápio habitual na data marcada. Além disso, é possível fazer doações mensais ou avulsas para a instituição, que também trabalha com voluntários.
Mais informações: viavida.org.br/wp/​

16. COZINHAR E SERVIR
Criado em setembro de 2017, o projeto de um grupo de amigos de Porto Alegre todos os domingos, no viaduto Tirandentes. Eles oferecem a cada semana cerca de 650 pratos de comida não somente para pessoas em situação de rua, mas também para aposentados que vivem com baixa renda. Ao todo, são 30 voluntários que, como indica o nome da iniciativa, cozinham e servem os alimentos. A ação aceita doação somente de alimentos não perecíveis, como feijão, arroz, polenta, massa e salsicha, e materiais descartáveis, como marmitex e copos plásticos.
Mais informações: facebook.com/cozinhareservir/​

Receba nosso conteúdo!

Digite um nome válidoDigite um nome válido
Digite um e-mail válidoDigite um e-mail válido

Cadastro efetuado com sucesso!

Erro no Cadastro!

Email já cadastrado!

Mail Chimp erro: