20/01/2020

10 livros sobre gastronomia para ler em 2020

Destemperados

Pedimos uma ajuda lá no Twitter (segue a gente no @destemperados, por favor!) para uma lista de livros sobre gastronomia que não fossem de receitas. Chegamos a 10 obras com histórias incríveis, que vão agradar até mesmo quem nunca cozinhou, mas que ama comer e beber. 

Leia também:
Bebidas para se refrescar à beira-mar
Paradores de praia imperdíveis em Punta del Este



Vinho e Guerra
Um livro não só para quem ama vinhos, mas para quem é apaixonado por história. Inclusive, essa é uma leitura espetacular mesmo para quem não bebe. Por quê? Porque fala sobre a luta dos franceses para defender seus vinhedos e as garrafas de safras históricas durante a ocupação alemã na Segunda Guerra Mundial. Os autores, Don e Petie Kladstrup, contam de uma maneira envolvente a maneira que as famílias de vinicultores impediram os nazistas de roubar um dos símbolos mais emblemático da França.

Cozinhar - Uma história natural da transformação 
Não é paradoxal que as pessoas pensem cada vez mais em comida, mas cada vez entendam menos sobre o que comem? Michael Pollan é um dos autores mais renomados do mundo no assunto alimentação - inclusive a Rita Lobo é fã declarada dele. Em Cozinhar, ele convida o leitor a reencontrar o fascínio pela cozinha e a transformação dos alimentos a partir do fogo, da água, do ar e da terra. Segundo o jornal inglês The Guardian, “um dia, este livro inovador vai entrar para a bibliografia básica de disciplinas universitárias como economia, história, filosofia, antropologia e diversos outros campos das ciências humanas e da saúde".

Sal, Gordura, Acidez e Calor
O livro que deu origem à série homônima da Netflix. A autora, a chef Samin Nosrat, ensinou milhares de pessoas a cozinhar, entre elas Michael Pollan, citado aqui acima. A filosofia dela é bem simples: você precisa dominar o uso de quatro elementos, então tudo o que você fizer vai ficar ótimo! Quais serão esses elementos, hein? É o único livro com receitas aqui da nossa lista justamente por prover um conhecimento perene. A tradução é da Nina Horta, autora da nossa próxima indicação.

O frango ensopado da minha mãe
"O frango ensopado da minha mãe" reúne algumas das melhores colunas de Nina Horta na Folha de São Paulo. São textos que não falam apenas sobre comida, mas sim sobre a vida e como as coisas simples - como cozinhar -  são as mais importantes, no fim das contas. Um livro de inspiração diária, escrito por uma escritora-cozinheira que sabia muito.

Cozinha Confidencial
Quem curte mesmo gastronomia precisa ler esse que é o primeiro livro do saudoso chef/escritor/apresentador/viajante Anthony Bourdain.  O texto, que chegou como um manuscrito não-solicitado para a New Yorker, virou livro depois de ser publicado na revista como um artigo em que ele revelou os bastidores - e alguns segredos - dos restaurantes de Nova York. Segundo Bill Bufford, "o livro é uma grande e poética ode sobre uma vida inteira de trabalho na cozinha". E ainda tem um lado biográfico muito legal para se conhecer um pouquinho do apresentador dos programas Parts Unknown e Sem Reservas. 

Calor
Bill Bufford
, autor de calor, era editor da revista New Yorker justamente quando foi publicada a reportagem enviada por Anthony Bourdain. E se Bourdain saiu da cozinha para virar escritor, Bufford fez o caminho inverso. Para traçar o perfil de Mario Batali, ele virou auxiliar de cozinha em um dos restaurantes do chef americano. Mas não para por aí: o autor ainda foi para a Itália para refazer - e reviver - o trajeto da formação de Batali. É uma aventura contada com tanto entusiasmo que dá vontade de fazer o mesmo.

Sangue, Ossos e Manteiga
É a autobiografia da chef Gabrielle Hamilton - do restaurante Prune, de Nova York. De um jeito simples e sincero, mas com grande sofisticação literária, a cozinheira desmistifica o glamour da gastronomia e leva o leitor a se aprofundar em suas memórias cheias de cheiros e texturas. Ao contar a sua história, ela também aborda temas como a dura realidade dos restaurantes e a dificuldade de uma mulher se destacar em uma cozinha profissional.

A história do Romanée Conti
Uma narrativa envolvente sobre a ameça de envenenamento do vinhedo que produz alguns dos vinhos mais caros do mundo.  Já deu vontade de ler, né? Num suspense digno dos grandes romances policiais, o jornalista Maximillian Potter usa o caso para contar também a história do vinho. Em 2014, foi eleito pelo New Tork Times como o melhor livro sobre vinho.

Chame o chef
As histórias de fracasso de alguns dos principais chefs do mundo estão reunidas nesse livro. A versão brasileira conta com a adição das desventuras de 12 grandes chefs que trabalham no país. Daqueles livros para ir degustando aos pouquinhos.

A história do mundo em seis copos
O título já é meio autoexplicativo, basta você saber quais são as bebidas que vão nesses seis copos: cerveja, vinho, destilados, café, chá e Coca-Cola. Tom Standage mostra como o ser humano sempre teve sua trajetória ligada a alguma bebida, da pré-história aos dias de hoje. Um leitura leve e bastante informativa.

Receba nosso conteúdo!

Digite um nome válidoDigite um nome válido
Digite um e-mail válidoDigite um e-mail válido

Cadastro efetuado com sucesso!

Erro no Cadastro!

Email já cadastrado!

Mail Chimp erro:

Tags: