27/01/2020

Lições do Foodcast: da moto para o seu sofá

Destemperados

Cada vez pedimos mais comida em casa. Será que no futuro não teremos mais cozinhas?

A MUDANÇA
Os aplicativos de entrega mudaram não apenas a forma como muita gente se alimenta, mas também a estrutura de muitos restaurantes, que precisaram se adaptar para atender a cada vez mais pedidos. Espaço para as motos e bikes que levam os pratos, funcionários que trabalham exclusivamente na organização das entregas e embalagens especiais para garantir que a comida chegue com o mesmo sabor e mantenha a temperatura são só alguns exemplos.
Episódio: #7

COZINHAS VIRTUAIS
E além da adaptação de restaurantes, novos modelos surgiram. Os “ghost restaurants”, “dark kitchens”, “cloud kitchens” e “virtual restaurants” são cozinhas compartilhadas, extensões de restaurantes que já existem ou então lugares criados exclusivamente para atender delivery – sem fachada ou qualquer espaço físico para receber consumidores. Em Londres, a Uber já está investindo em um projeto de criação de restaurantes exclusivos para a sua plataforma.
Episódio: #24

O INVESTIMENTO
A competição para ver quem vai ser o principal aplicativo para tantas entregas é tão grande quanto a fome que dá ao receber um cupom de desconto. Em 2019, o iFood recebeu um investimento de US$ 500 milhões – o maior aporte privado em uma empresa de tecnologia brasileira até então. Hoje, os apps de delivery geram cerca de US$ 42 bilhões no mundo, mas estima-se que a cifra vá chegar a US$ 420 bilhões até 2030.
Episódio: #7

OS ENTREGADORES
As grandes empresas devem ganhar muito dinheiro. Mas e os entregadores? Será que o sistema é justo também para quem trabalha fazendo as entregas? Essa discussão ocorre no mundo inteiro. Por um lado, criam-se mais opções de trabalho. Mas, por outro, os entregadores não têm seguro saúde, seguro dos veículos e se arriscam para fazer as entregas rapidamente para não ser mal avaliados.
Episódio: #18

CASAS SEM COZINHA
Recebemos o cientista de dados Ricardo Cappra para uma conversa sobre as tendências para os próximos anos. Uma delas foi justamente sobre o comportamento dos jovens, que tendem a pedir cada vez mais comida e, por isso, no futuro, não devem ver nenhum problema em morar em lugares sem cozinha. No Canadá, já há apartamentos à venda com espaço para estoque de comida, mas sem lugar para o fogão. Será que a moda pega?Episódio: #37

Se você gosta de comer e beber bem, e de falar sobre isso, vai gostar também do nosso podcast. O Foodcast é um papo descontraído da equipe de Destemperados sobre gastronomia, dá o play aí!

Receba nosso conteúdo!

Digite um nome válidoDigite um nome válido
Digite um e-mail válidoDigite um e-mail válido

Cadastro efetuado com sucesso!

Erro no Cadastro!

Email já cadastrado!

Mail Chimp erro:

Tags: